Dicas de inspeção de equipamentos contra incêndios em condomínios

Dicas de inspeção de equipamentos contra incêndios em condomínios

A inspeção de equipamentos contra incêndios em condomínios é muito importante. Geralmente, estes equipamentos são pouco utilizados, mas devem estar em perfeitas condições além de bem organizados.

Veja abaixo as principais dicas para a realização da inspeção de equipamentos contra incêndios em condomínios:

– Pressurização de extintores de incêndios: verifique se os extintores de incêndio estão devidamente pressurizados. Caso estejam despressurizados, o próprio manômetro indica a anormalidade e deverá ser realizada a recarga do extintor. Este problema é ocasionado por acidentes ou até mesmo por vandalismo;

– Extintores de incêndios por andar: em condomínios devem conter, no mínimo, dois extintores de incêndio por andar. Eles devem ser para os fogos das classes A, B e C e devem estar lacrados corretamente;

– Validade da recarga/Teste hidrostático de extintor de incêndio: são dois pontos essenciais para a vida útil dos extintores de incêndio. Ao enviar os extintores de incêndio para a devida recarga, é preciso que a empresa contratada deixe todas as peças de reposição temporária disponíveis no condomínio. A recarga dos extintores de incêndio deverá ser realizada anualmente e o seu teste hidrostático a cada cinco anos contando da data de sua fabricação ou da realização do último teste;

– Selo ou certificado de inspeção do Inmetro de extintor de incêndio: os extintores de incêndio devem ser aprovados pelo Inmetro e as empresas que realizam o serviço de manutenção também.

– Hidrantes com mangueiras: a mangueira deve estar enrolada de forma correta e com o devido bico e a chave Storz. A mangueira não deve conter água e nem mesmo a caixa de hidrante. Caso isso aconteça, o tecido da mangueira pode sofrer apodrecimento. O registro do barrilete precisa estar sempre aberto.

– Manutenção da mangueira e do hidrante: estes equipamentos devem ser testados periodicamente e receber a sua devida certificação através de uma empresa especializada. Este teste deve ser realizado com água e com equipamentos específicos.

– Portas corta-fogo: estas portas corta-fogo devem estar em perfeitas condições e sempre fechadas. Mas estas portas corta-fogo nunca devem estar trancadas e nem com obstruções em sua abertura.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *