Férias do síndico! Sabe como solucionar?

Todas as pessoas que possuem um trabalho remunerado dentro de um determinado período, geralmente um ano, têm direito a um período de férias. No caso do síndico, isso não é diferente! Além de ter o direito de estabelecer o seu horário de trabalho, as férias do síndico passam a ser um período em que a sua saúde psicológica, física e social são colocadas em dia.

Para que não ocorram transtornos durante o afastamento do síndico, é necessário estar atento em algumas questões como quem será responsável pelo condomínio, caso não haja um subsíndico, como serão controladas as rotinas administrativas, etc., durante esse período.

Para solucionar essas questões, é preciso a convocação de uma assembleia para a definição de como será a administração do condomínio nessa fase. Todas as medidas devem ser aprovadas em assembleia e devem constar no documento da convenção do condomínio. Deve ser convocada também uma reunião com a administradora de condomínio (se houver), com o subsíndico (se houver) e também com o zelador do condomínio, para que todas as informações sejam alinhadas corretamente.

O planejamento é essencial para o período de férias de um síndico e deve ser feito com antecipação. As datas de saída e retorno do síndico devem ser analisadas com cuidado, para que todas as tarefas sejam executadas com êxito. Lembrando que devem ser comunicadas oficialmente e com antecedência aos condôminos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *