6 dicas para a gestão de pequenos condomínios

6 dicas para a gestão de pequenos condomínios

A gestão de pequenos condomínios irá exigir que os síndicos e administradoras sejam capazes de enxergar uma realidade um pouco mais simples, mas com grandes desafios.

Gerir pequenos condomínios pode ser tecnicamente mais simples do que a administração de grandes espaços, mas ainda assim é necessário se organizar e criar sistemas de 

6 dicas de gestão de pequenos condomínios

1. Sempre solicite vários orçamentos

Um detalhe muito importante é sempre solicitar vários orçamentos antes de fechar negócio com uma empresa.

A dica é sempre ter pelo menos três orçamentos para encontrar aqueles que se encaixam mais com as necessidades e o planejamento financeiro do seu condomínio.

Esses orçamentos, muitas vezes, podem e devem ser compartilhados com os moradores e donos de imóveis para que estejam cientes do que está sendo organizado, quais são as opções e, muito provavelmente, quais serão as soluções contratadas para determinados serviços.

2. Mantenha um fundo de caixa emergencial

Ter um fundo de caixa emergencial também é uma medida extremamente importante. Essa organização financeira irá ajudar a lidar com possíveis obras, investimentos e outros detalhes que carecem de apoio financeiro para serem executados.

É importante avaliar quais são as despesas mensais do condomínio, se a taxa paga pelos moradores está atendendo à essa demanda e se é possível separar uma porcentagem desse valor para o fundo de caixa emergencial.

Mantenha os moradores engajados

3. Mantenha os moradores engajados

Por ser um condomínio menor, manter os moradores engajados pode ser uma tarefa mais simples, mas que irá exigir um bom trabalho de comunicação.

Compartilhe as informações relevantes, faça assembléias periódicas e sempre engaje essas pessoas através de opiniões e tomadas de decisão. É importante que você estimule a participação de todos no que for importante para o bom funcionamento do condomínio.

4. Crie um controle de manutenção preventiva

Todo condomínio possui itens que exigem manutenção periódica. Por ser menor, certamente o condomínio possuirá menos itens que exigem essa atenção.

No entanto, para conseguir administrá-lo da melhor maneira possível, a dica é criar um controle de manutenção preventiva para cada um desses itens: identifique quais são os elementos que precisam de manutenção, veja quais são as indicações dos fabricantes sobre periodicidade e construa um calendário de manutenção preventiva de cada um deles, dentro do prazo, da melhor maneira possível.

Siga esse calendário todos os anos e vá fazendo ajustes sempre que julgar necessário.

5. Crie uma rotina de cobrança e controle financeiro

Os condomínios menores possuem uma vantagem: menos pessoas, menos moradores, menos apartamentos e mais praticidade para realizar determinadas ações.

No entanto, ainda assim, é extremamente necessário ter uma rotina e um processo de cobrança e controle financeiro dentro da estrutura.

Nesse momento, pode ser interessante usar um software de gestão de condomínios, que irá te ajudar a ter muito mais controle de como estão as finanças, quais são os condôminos inadimplentes e muito mais.

6. Considere usar um software de gestão de condomínios

Como citado anteriormente, o software de gestão de condomínio pode ser uma excelente alternativa também para condomínios menores.

Isso acontece porque, muitos deles, possuem funcionalidades e são adaptáveis para as necessidades de cada síndico ou administradora.

Esses softwares irão ajudar a:

  • controlar as rotinas financeiras do condomínio;
  • controlar as inadimplências;
  • realizar votações;
  • realizar pesquisas;
  • realizar assembléias;
  • divulgar atas das assembléias;
  • divulgar informações importantes para os moradores;
  • gerenciar pagamentos;
  • emitir boletos; e muito mais!

Gerenciar um condomínio pequeno é, de fato, um pouco mais simples do que gerenciar um grande condomínio, mas ainda assim exige atenção e definição de processos internos.

A tecnologia tem se mostrado uma excelente aliada para essas tarefas, e pode ser interessante contar com uma ferramenta de otimização e automação no dia a dia.

A Condobox é um software que pode auxiliar diretamente na gestão de condomínios pequenos, através de suas diversas funcionalidades e modalidades.Para conhecer essa alternativa, faça um teste gratuito e experimente a plataforma.

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *