imposto-de-renda-2018-veja-o-procedimento-em-condominios

Imposto de Renda 2018: Veja o procedimento em condomínios

O momento da declaração do Imposto de Renda 2018 chegou e o prazo final estipulado pela Receita Federal é até 28 de abril.

Para que o envio da declaração do Imposto de Renda seja realizado corretamente, é importante que o condomínio esteja ciente de qual é a sua posição dentro do imposto, para que possíveis erros e até mesmo que o condomínio caia na malha fina ou o atraso da restituição, caso o condomínio possua, sejam evitados.

Veja abaixo algumas informações relevantes sobre o Imposto de Renda em condomínios:

– Existem alguns condomínios que são isentos da declaração do Imposto de Renda. De qualquer forma, os condôminos e o síndico devem ficar atentos quanto a temas como Imposto de Renda do síndico ou se existem lançamentos de receitas geradas com aluguel de salão de festas, por exemplo, e que devem ser registradas pelos condôminos;

– A declaração do Imposto de Renda é bem fácil de ser preenchida e pode ser feita pelo próprio cidadão. Ela não deve ser deixada para última hora e o seu preenchimento deve ser feito de forma cautelosa e com informações corretas;

– Geralmente, condomínios não realizam a declaração do Imposto de Renda, sendo apenas o síndico, condôminos e os seus moradores, quando é o caso;

– Para o síndico que possui a isenção de taxa condominial é preciso incluir esta informação considerando como “outras receitas”. Caso a receita ultrapasse R$6 mil anuais, a declaração deve ser realizada em DIRF (Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte). Se o síndico possuir remuneração direta, é preciso fazer a declaração do mesmo jeito;

– A DIRF (Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte) é uma declaração realizada pela fonte pagadora. A declaração é feita através das referências de pagamento exigidas nas notas fiscais como CNPJ, número da nota, código e valor. Ou seja, a DIRF não deve ser confundida com o Imposto de Renda;

– O condomínio edilício deve reter sobre os pagamentos efetuados a empregados e as despesas do condomínio não devem ser deduzidos no Imposto de Renda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *