Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência ao navegar no nosso site. Para mais informações consulte nossa Política de Privacidade

Manutenção preventiva nos telhados: quais são as melhores práticas?

Manutenção preventiva nos telhados: quais são as melhores práticas?

O telhado é um dos itens que precisam de atenção anualmente para garantir a integridade e o bom funcionamento do condomínio. Afinal, trata-se de uma parte do imóvel que está exposta à chuva, ventos, raios solares, poeira, variações de temperatura e outros vários fatores que podem prejudicar sua estrutura.

Um telhado que não está com a manutenção em dia pode facilmente apresentar infiltrações, vazamentos, goteiras, desnivelamento e, em casos mais graves, comprometer a segurança do edifício e de todos que ali estão.

Dito isso, é hora de entender a importÂncia de realizar a manutenção preventiva nos telhados, a fim de garantir a qualidade de vida e a tranquilidade de todos.

Continue a leitura.

O que é manutenção preventiva nos telhados?

A manutenção preventiva nos telhados nada mas é do que um acompanhamento periódico da saúde da estrutura, e realização dos ajustes necessários para seu bom funcionamento.

Um telhado bem feito poderá durar até 60 anos, aproximadamente, mas ter uma rotina de inspeção anual realizada por profissionais é a melhor maneira de garantir que a estrutura se manterá resistente.

Muitas vezes, é comum que os condomínios esperem algo mais sério acontecer para buscar esse tipo de serviço. Infelizmente, quando ocorre algum vazamento no telhado ou problemas mais sérios de infiltração, o prejuízo tende a ser bem maior.

Por isso, o acompanhamento anual feito por um profissional poderá ajudar a identificar possíveis indícios de problema e resolvê-los com antecedência, evitando que se tornem problemas muito mais sérios no futuro.

De quem é a responsabilidade?

De quem é a responsabilidade?

Quando pensamos em condomínios onde não há acesso à cobertura, é bem claro que a responsabilidade pela reforma e manutenção preventiva nos telhados é de todos os condôminos. Mas e nos casos em que existem moradores na cobertura do prédio? 

Se a cobertura do prédio for de acesso exclusivo do apartamento do último andar, a responsabilidade pela manutenção do telhado é do proprietário daquela cobertura. Assim, esse proprietário precisará se responsabilizar pela impermeabilização e pelos possíveis danos causados pelos problemas de conservação daquele espaço.

Em um outro cenário, onde o acesso à cobertura é feito por todos os condôminos, a responsabilidade é do condomínio. Se o telhado for dado como “área de comum acesso”, é fundamental que as obras de conservação e reparo sejam de responsabilidade do próprio condomínio. 

Em casos de imóveis mais recentes, que ainda estão dentro da chamada “garantia obrigatória”, é possível acionar a construtora para a realização de reparos.

O que precisa ser avaliado?

Quando for realizar a manutenção preventiva nos telhados, é necessário considerar alguns passos importantes:

  • faça uma vistoria anual para avaliar as telhas, descobrir se estão deslocadas, rachadas, quebradas, como estão os pontos de junção, as calhas, rufos e toda a estrutura que sustenta o telhado do condomínio;
  • anualmente, também realize a limpeza correta das calhas, para evitar que fiquem entupidas e possam gerar algum tipo de problema futuramente;
  • pinte as telhas para garantir não só que sua durabilidade aumente, como também que a edificação seja mais valorizada;
  • realize a impermeabilização do telhado para aumentar a vida útil das telhas e reduzir a absorção de umidade.

A manutenção preventiva nos telhados do condomínio é fundamental para garantir a segurança, tranquilidade e qualidade de vida dos moradores. Quando se tratar de um espaço comum, é papel do síndico, junto com o condomínio, adotar as medidas de prevenção e arcar com os possíveis gastos para a manutenção da estrutura.

Para organizar a rotina de manutenções, é fundamental ter um programa otimizado que ajudará a criar lembretes para manter essas obrigações em dia. Que tal conhecer a plataforma da Condobox e descobrir como ela pode te ajudar? Aproveite nossos trinta dias de teste grátis!

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *