Planejamento financeiro

Pontos importantes para o planejamento financeiro

O planejamento financeiro é um item na administração de condomínio que deve ser tratado com atenção. Um planejamento financeiro bem desenvolvido ajuda a evitar situações desagradáveis para o síndico e também para os condôminos.

Veja os pontos que devem ser considerados importantes para um bom planejamento financeiro de seu condomínio:

  • As despesas ordinárias do condomínio devem ser calculadas de acordo com os cálculos de anos anteriores;
  • Para despesas periódicas como recargas de extintores, dedetização e outros serviços comuns em condomínios devem ser previstas isoladamente dos outros itens;
  • É ideal que o síndico defina o valor do condomínio levando em consideração o índice de inadimplência dos anos anteriores. Geralmente, o valor considerado é de 10%;
  • O 13º dos colaboradores do condomínio também deve constar no planejamento financeiro e deve ser bem distribuído ao longo do ano;
  • Se previsto em assembleia de condomínio ou em convenção de condomínio, o valor do fundo de reserva deve entrar no cálculo financeiro;
  •  Elabore uma lista com todas as prioridades do condomínio, como obras e reparos, e verifique quais são as reais prioridades ao longo do ano e inclua no planejamento financeiro do condomínio;
  • Para que gastos com obras não exceda o cálculo no planejamento financeiro do condomínio, é sempre aconselhável a criação de um fundo específico e utilizar para este fim sempre que o saldo for suficiente. Lembrando, que a proposta da criação do fundo para a realização de obras no condomínio deve ser aprovada em assembleia de condomínio;
  • Para os valores arrecadados no condomínio e que não sejam de exclusividade para as despesas ordinárias, como fundo de reserva, obras diversas, 13º de colaboradores, etc., devem ser aplicados de outra forma e é obrigação da administradora de condomínio, orientar o síndico e os condôminos sobre qual é a melhor aplicação financeira no mercado.

Para que o planejamento financeiro seja eficiente, o ideal é a distribuição de todos os gastos de forma igual ao longo dos doze meses. O síndico e a administradora de condomínios devem ficar atentos quanto à arrecadação, para que não ocorram falhas financeiras na administração do condomínio e assim prejudicando a todos.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *